Tereza Bodemer

"Tudo posso, em Deus, que me fortalece!"

Textos

Os morros das cidades grandes...

 

 

 

Lá na cidade grande,

onde as milicias dominam os morros,

já está instalado o caos,

que fazem escravos o povo...

 

Há uns trinta anos atrás,

quando em Sampa eu ainda morava,

residíamos em um sobrado de alvenaria,

que fora construido ao pé de um terreno morrado...

 

Ao lado uma escadaria,

que descia até a escola estadual,

e após um morro vazio,

se erguia, cheio de mato, baldio...

 

Quem era o dono?

Provavelmente o município,

mas de repente, do dia pra noite,

uma favela, muitos barracos,

uma comunidade pobre surgiu...

 

Fizemos amizade com a visinha

que morava próximo calçada da escadaria,

era gente boa, pobre sim, casa limpinha,

gente tranquila e trabalhadora...

 

Não tinham casa, então entraram no esquema,

e foram ocupar o terreno morrado e baldio,

que estava cheio de mato, desocupado...

Podemos discriminar essas pessoas?

 

Hoje percebo que muita coisa melhorou,

pelo menos nas cidades menores,

ao longo do nosso gigante pais,

casas populares construídas...

 

O povo mora melhor por aqui...

Mas tem sim o bairro dos mais pobres,

dos que fumam drogas e roubam,

educação familiar desequilibrada...

 

Mas percebo que as famílias

que se envolvem em comunidade religiosa,

ouvindo palavras de apoio e respeito,

que da bíblia são subtraídas, estão melhores...

 

A sociedade brasileira tem uma organização

que quem segue se dá bem,

tem casa, trabalho, família,

lazer e amigos também...

 

Quem quiser acabar com isso,

boa cabeça não tem,

não é amigo de si,

muito menos verdadeiro amigo de alguém...

 

Se querem dizer pra você,

que mentir não tem problema,

que roubar também não tem,

que a injustiça são os da classe média...

 

KKK vou te dizer,

gente, isso é mesmo um absurdo,

quem pode realmente acreditar nisso?

Alguém que está muito enganado, com certeza!

 

Todo mal tem consequência,

e quem faz o bem, tem recompensa,

e o crime meus amigos, bem sei,

o crime realmente não compensa!

 

Um dia a casa cai!

Um dia o mal retorna!

Um dia quem roubou fica pobre,

mais pobre que a própria consciência!

 

Por isso, preste atenção,

quando for acreditar em alguma coisa,

duvide das facilidades que a mentira aplica,

porque tudo que parece fácil,

é mesmo um grande armadilha!

 

 

 

 

Maria Tereza Bodemer
Enviado por Maria Tereza Bodemer em 13/10/2022
Alterado em 13/10/2022


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras