Tereza Bodemer

"Tudo posso, em Deus, que me fortalece!"

Textos

 

A legitimidade de Jesus Cristo

...

 

 

 

 

"Jesus Cristo, o Caminho do Amor e da Liberdade e Justiça,

que só se consegue fazendo o bem, a si e aos próximos!"

 

 

 

 

Olhando o mundo, as ideias, os pensamentos, as ações dos homens, à luz da História, a luz do conhecimento, à luz da busca do saber ser, do saber viver, vemos que a humanidade tem errado e acertado, as sociedades foram se formando através dos tempos, e cada mente humana que deteve o poder, em algum tempo, acabou por por em prática suas intenções, nem sempre realmente boas e eficientes,

 

E tivemos homens importantes, em todos os tempos, pessoas que se destacaram pela sua capacidade de liderança, que deixaram os resultados de suas ideias e intenções, marcados nos anais da história da humanidade. Gandy! Madre Tereza de Caucutá! Hitlher! o Rei Salomão! O Rei Davi! Alexandre, o grande! e muitos outros...

 

Cabe aqui destacar um nome que se tornou maior que todos os nomes, pelo marco divisório que produziu entre os povos do mundo: JESUS CRISTO! A Bíblia é o registro histórico que relata a vida de um povo que foi conduzido por uma Mente Superior, buscando trazer valores de justiça e convivência social respeitável e solidária, através das vivências desse povo. Vemos isso quando lemos os Dez Mandamentos da Lei Mosaica. Quando o povo hebreu que saiu da escravidão que vivia a séculos no Egito, e na sua trajetória rumo à "Terra Prometida", recebeu de seu Deus, através do líder Moisés, uma nova Lei, com novas ordenanças, que visava moldar o caráter do povo, dentro de uma moral e costumes mais amenos, justos, pacíficos.

 

Moises foi um marco na vida do Povo de Deus, ou do povo que tem uma marca distinta dos demais povos da terra, principalmente naquela época, onde muitos deuses pagãos eram criados pelos Poderosos líderes, para dominação dos povos.

 

E Jesus Cristo foi o grande marco, divisor de épocas que, com sua presença, vida e atividades, deixou na Terra dos humanos algo tão grande e forte, com suas ideias de justiça social, fraternidade, solidariedade, empatia, que revolucionou o mundo, mudando a maneira de pensar de muitos homens.

 

Perseguições foram realizadas, como nos relata o texto bíblico, e em demais registro encontrados quando fazemos estudos sobre a história nesse sentido. Pois a Bíblia se tornou um compêndio, um grande resumo, onde foram registrados pelas mentes de homens, sedentos em deixar o conhecimento de suas experiências, quando recebiam inspirações e forças até mesmo sobrenaturais, que os capacitava no exercício de relatar os acontecimentos e ideias que circulavam e se manifestavam no meio social das épocas que ocorrerem, ou no que se resgatou depois.

 

Registrar a história, de um jeito ou de outro, sempre foi uma ação até meio que instintiva dos homens, como podemos perceber quando descobertas arqueológicas são realizadas e registradas, onde são encontrados em cavernas, desenhos pitorescos, que tinham a intenção de contar o que acontecia no dia a dia daqueles povos.

 

E com Jesus Cristo não foi diferente. Apesar das perseguições, que aconteceram acirradamente, na tentativa de destruir sua vida, ensinamentos, memória e seguidores, Jesus Cristo passou a ser a referência principal através da Igreja Católica Apostólica Romana. Apesar dos apóstolos pessoais de Jesus Cristo terem sido mortos por perseguição dos Líderes sociais e religiosos da época, uma grande igreja se formou, e mesmo que com ações terríveis muitas das vezes, propagou Jesus Cristo pelo mundo, e teremos por conta de toda a força advinda,  o Antes de Cristo e o Depois de Cristo (aC e dC), a delimitar a História da humanidade.

 

Novos costumes e exigências de ações pessoais e sociais foram trazidos pela Igreja Católica, que detinha a leitura da bíblia e a propagação do conhecimento, trancados e disponíveis apenas para muito poucos. O povo recebia as orientações segundo o entendimento, e interpretação, dos Líderes pensantes e dominantes da igreja. Aliás, o povo ser dominado pelos Líderes pensantes, sempre foi assim, e na atualidade vemos que ainda é. Por isso a importância de buscarmos o conhecimento e desenvolver um bom senso crítico!

 

Com a crise moral e revolta de alguns seguidores católicos, como Lutero, uma reforma protestante acabou acontecendo, pois queriam que o povo tivesse acesso ao texto bíblico, no mínimo, para poderem ter um entendimento maior sobre o que realmente poderiam aprender e fazer, com esse conhecimento maior sobre, principalmente, os Evangelhos de Jesus Cristo, ou o Novo Testamento.

 

Através da Reforma Protestante, e então dividida a Igreja Católica, novos grupos religiosos foram se formando, e na atualidade, principalmente no Brasil, temos muitas igrejas evangélicas, que trazem apoio social na condução das pessoas. A importância das igrejas evangélicas, onde Jesus Cristo é entendido como uma pessoa que teve vitórias espirituais grandiosas, e não apenas um homem que morreu na cruz, é marcada também pelo antes e depois da formação delas, as igrejas evangélicas.

 

Através da busca de entender Jesus Cristo, como uma mente pensante, que trouxe grandes conhecimentos de convivência humana harmoniosa e pacífica, solidária e justa, aos povos que o receberam como Mestre e Líder, as igrejas criaram uma sociedade mais humana, ordeira e livre. O Brasil é exemplo disso, apesar da grande presença de pensamentos contrários, que acreditam que a liberdade e a desordem são compatíveis.

 

Hoje podemos constatar, com provas contundentes, que existem dois grande caminhos: O que os homens criam e fabricam através de seus entendimentos, onde os prazeres, e poderes da natureza humana-para poucos privilegiados,  são enaltecidos; o outro é o Caminho do Cristianismo, onde Jesus Cristo é o Mestre principal, a legitimar a fé, a crença, as ações e resultados de seus fiéis e seguidores. Não adianta as pessoas quererem inventar outro caminho para uma vida limpa, regrada, com ações de solidariedade, justiça social, respeito, empatia, ou seja, Amor caridoso, senão através dos ensinamentos advindos da Bíblia Sagrada dos Cristãos.

 

Até tentam, quando buscam implementar um sistema comunista, que já deixou no mundo sua marca destruidora, porque em seu mote principal está o dominar a mente das pessoas, para serem dirigidas por 'deuses homens', que querem delimitar as liberdades, principalmente as liberdades de pensamentos, de ir e vir, de se desenvolver socialmente e produtivamente. Até conseguiram por muito tempo, e ainda estão conseguindo enganar, mas devido a que as pessoas estão cada dia mais com acesso à informação e conhecimentos diversos, estão tendo dificuldade de implantar esse sistema no Brasil.

 

E porquê estão com essa dificuldade? Porque o provo brasileiro tem um conhecimento enraizado, um conhecimento sobre o bem, sobre a moral e bons costumes, sobre os bons resultados que um Cristianismo ativo e verdadeiro pode produzir na vida das pessoas, nas famílias, na sociedade, para organizá-la com muito mais liberdade, democracia e justiça social. Não precisamos nos desligar do capitalismo e da democracia, para sermos cristãos ativos e praticantes dos ensinamentos bíblicos, principalmente dos ensinamentos que se extraem do entendimento dos Evangelhos inspirados na vida e palavras de Jesus Cristo.

 

A Bíblia nos fala que Jesus Cristo chamou para si esse direito. Dizia ele : " - Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida! E Ninguém vai ao Pai, senão por mim!" E mais: " - O que pedires ao Pai, em meu nome, receberás! Para que o Pai seja glorificado no filho." "- Quem crer e for batizado, será salvo, quem não crer já está condenado."

 

Ou seja, para irmos aos Céus de Deus, e para termos paz na terra, precisamos ser do bem, fazer o bem, andar em justiça e em verdade, e crer que Jesus Cristo é o Filho de Deus, que desceu a Terra para nos ensinar, e nos dar oportunidades de vida e salvação, e que ressuscitou e subiu aos Céus, e é o Emanuel Remidor e Salvador dos que nele creem e seguem sua Doutrina de Amor e Liberdade.

 

Porque, a produção do mal, que os homens sem respeito aos direitos e deveres individuais, sem respeito as boas Leis e à ordem, sem respeito ao que é justo, correto, bom, criam as dores emocionais e os ambientes infernais, para onde vão quando deixam este plano terreno, e mesmo para onde vão em vida, com os resultados nefastos de suas más ações.

 

 

Jesus Cristo disse: " Ide, por todo o mundo, e pregai o Santo Evangelho a todas as criaturas! Quem crer e for batizado (batismo de imersão), será salvo, quem não crer, já está condenado..."

 

E eu creio, eu vivo pela fé e ação do bem no conhecimento de vida que adquiri na pratica do Cristianismo do bem, que não delimita o poder de liberdade das pessoas, mas que busca trazer um conhecimento sobre os resultados bons e positivos que se produz nas vidas delas, que se deixam guiar pelos bons conselhos que Jesus Cristo nos deixou. E os dois maiores são: "AMAI A DEUS SOBRE TODAS AS COISAS, E AOS SEUS PRÓXIMOS, COMO DEVEIS AMAR A SI MESMOS."

 

Não é um ensino fácil de seguir, somente com a ajuda das Igrejas o povo está conseguindo. E você, o que você acha? O que você percebe? O que você vê?

 

 

 

 

Maria Tereza Bodemer
Enviado por Maria Tereza Bodemer em 16/09/2022
Alterado em 16/09/2022


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras