Tereza Bodemer

"Tudo posso, em Deus, que me fortalece!"

Textos

 

Olhe

 

 

 

Olhe a natureza,

os dias que se seguem,

entre noites e dias,

entre claro e escuro,

entre dias de chuva,

entre dias de sol...

 

Dias de calma,

dias de tempestades,

os de calma são em maior

número, em maiores vezes...

 

O mar, com seu humor oscilante,

trás sua natureza riquíssima,

lazer e comida, em suas praias,

em suas entranhas profundas...

 

A natureza é tão rica,

nos trás tantos exemplos

de constâncias e inconstâncias,

de transtornos e recuperações,

natureza que recria e reproduz,

abundantemente, constantemente.,,

 

A mente humana as vezes se faz cega

aos imensos ensinamentos que

a rica natureza que nos cerca,

nos oferece, diuturnamente...

 

Obcecados por nossas próprias

vontades incertas e exigentes,

estamos sempre correndo atrás

de algo mais, que nos satisfaça,

que nos alegre e nos enriqueça...

 

Numa frenética corrida diária,

homens e mulheres correm atrás

de sonhos, as vezes possíveis,

as vezes impossíveis, as vezes

conseguindo, as vezes desistindo...

 

Cegos, muitas vezes, os seres humanos

buscam satisfaçãoes de várias maneiras,

com o que a sociedade criativa oferece,

mas muitas vezes não conseguem

parar um pouco e olhar dentro de si...

 

Correria para ganhar dinheiro,

pagar as contas, cuidar da casa,

dos filhos, dos compromissos,

e quando percebe, o tempo passou,

a idade, e as doenças, chegaram...

 

Tanta correria, tanta disputa,

tanta luta, pra ter uma casa melhor,

uma carro melhor, uma vida melhor,

e nessa correria toda muitos

deixam de viver o melhor

que cada dia tem

pra nos oferecer...

 

 

Pare! Pare um pouco!

Durma um pouco mais!

Assita menos TV,

olhe menos no celular,

deite, olhe pra dentro de si,

ore, fale consigo, fale com Deus,

fale sozinho, se dê um tempo,

fique um pouquinho a sós...

 

A vida passa muito rápido,

e quanto mais nos ocupamos,

menos usufruimos dela,

menos a sentimos realmente,

menos aproveitamos de sua excência...

 

A natureza nos mostra que

não precisamos de muito

para termos alegria e paz,

basta sentar a beira do mar,

de um lago, embaixo de uma árvore,

comer um peixe frito, uma fruta,

que dá ali no pé, bem perto...

 

Basta darmos valor ao que realmente importa,

nosso tempo com nossos pais, irmãos, filhos,

nosso tempo conosco mesmos, com nossos amigos,

nosso tempo sentados conversando e comendo

uma comida simples, mas gostosa, dando risadas,

sem muita necessidade de ostentar nada...

 

A natureza é vasta, rica, e simples...

A vida toda é isso, vasta, rica, simples,

sem muitos arroubos podemos

tirar o melhor proveito dela,

aproveitando o tempo

dando mais valor às pessoas,

menos valor ao dinheiro,

gastando menos tempo

em correrias vãs...

 

 

 

 

Maria Tereza Bodemer
Enviado por Maria Tereza Bodemer em 13/09/2022


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras