Tereza Bodemer

"Tudo posso, em Deus, que me fortalece!"

Textos

Discurso aberto sobre a morte

 

 

 

Essa pandemia do Covid nos trouxe muitas experiências importantes. Uma delas é que aproximou muitas pessoas com a experiência da morte. Tinha gente que nunca tinha experimentado essa dor. Agora todos tomaram a consciência, em maior ou menor grau, de que a morte é uma coisa real, e que acontece com todo mundo, não apenas com alguns menos afortunados.

 

Outra coisa que nos foi manifestado em grande escala, é o quanto as pessoas mentem para garantir os seus interesses escusos. E ficou muito claro que a mídia jornalistica não é essa verdade e transparência toda, como apregoavam. Políticos mentem, mas nunca tinha ficado tão evidente. Pessoas mentem irresponsavelmente. Mentem sobre a vida. Mentem sobre a morte. Escondem assuntos importantes para enganar o povo. Não falam de coisas importantes para poder ter as pessoas sob o controle de suas ideias, de suas ideologias, do desejo que tem de estar no poder e manipular o povo para poder roubar-lhe a identidade, o dinheiro, os direitos.

 

Então quando a morte é tratada como coisa medonha, usada para trazer o medo nas gentes, faz com que tudo fique mais difícil e as pessoas não a encarem com mais tranquilidade e naturalidade. Penso que falar da morte, destrinchar ela, encará-la de frente, pode resolver muitos problemas emocionais. Pode aliviar muitas dores mentais e físicas. Falar da morte sem medo ou coação, pode nos ajudar a entender e viver melhor nossa vida no tempo que temos por aqui nesta terra.

 

A morte só vai ser uma coisa ruim, uma coisa negativa, uma coisa difícil, para quem fez da sua vida e das pessoas de sua convivência, um inferno. Quem não buscou ser uma pessoa de bem. Quem não serviu a si e aos próximos com presteza e amor. Quem não buscou viver uma vida digna, ou porque não quis, ou porque não conseguiu. Então o que criou em sua mente, em sua consciência, é o que levará essa pessoa quando partir desta vida. Porque o que fazemos e vivemos cria história dentro de nós, e é isso que nos acompanhará quando tivermos que passar pelas portas da morte.

 

Por isso a importância de termos uma vida voltada aos bons costumes, a convivência pacífica e harmoniosa no seio da família, no seio da sociedade em que vivemos. Por isso é preciso serem criados ambientes saudáveis para o nascimento e crescimento das pessoas. Ambientes com famílias estruturadas nos bons costumes do amor, respeito, afeto, trabalho, serviço ao próximo. Escolas bem preparadas para educar crianças e jovens na boa convivência, solidariedade, respeito, e aquisição de conhecimentos necessários ao desenvolvimento mental e intelectual, que os ajude a adquirir  capacidade para melhor gerir sua vida adulta, onde precisarão trabalhar e desenvolver suas habilidades no alcance de seus sonhos e conquistas.

 

Outro ambiente que tem se mostrado de suma importância ao bom desenvolvimento social são as igrejas. Temos igrejas de todos os tipos, e cada pessoa escolhe a que mais se identifica, de acordo com suas necessidades físicas e emocionais. Pessoas que foram feridas pelo meio desregrado das drogas e crimes, encontram nas igrejas um lugar que possibilita a sua recuperação. Voltam a ter uma vida melhor no seio da família. Onde o Estado não tem conseguido trazer um resultado eficiente, as Igrejas trazem soluções mentais e emocionais, pois as pessoas precisam da fé e da esperança para vencerem suas dificuldades, traumas, dores emocionais, e as igrejas oferecem isso. E as famílias que estão em ordem, continua assim, quando se permitem aceitar a fé e a crença num Deus que pode lhes ajudar a viver uma vida mais disciplinada e correta. As Igrejas ajudam! E através das igrejas a morte também é encarada com menos traumas e dores. A morte é aceita com mais naturalidade. E isso é bom! Ter uma mente que acredita em Deus, que acredita que o que fazemos, levamos além túmulo, nos ajuda a buscar viver uma vida com mais afeto e respeito a si mesmo e as demais pessoas que coabitam conosco no nosso dia a dia. Porque ser bom trás consequências, assim como se permitir agir com ruindade trará consequências. e normalmente não serão de bom resultado.

 

Pense nisso, quando estiver desejando o mal a alguém! Pense: o que você quer para você? Coisas boas? Então pense nisso! Pense em coisas boas, pratique boas ações, pense que tudo o que você faz soma na tua própria vida. Mude pensamentos negativos e maléficos, para pensamentos positivos e bons. Deseje bons resultados para você. Ajude quem estiver precisando. Seja útil em pequenas ações, como levar um copo d'água pra alguém que lhe pede. Não deixe as pessoas abusarem de você e não abuse das pessoas. Seja bom, mas sabia dizer não quando for necessário.

 

Todos queremos a paz, a alegria, o contentamento, mas para isso acontecer temos que trabalhar para os resultados que queremos. Nossas escolhas, nossas atitudes diante da vida, diante das pessoas, nos darão resultados. Pense nisso, quando estiver pensando mal e desejando o mal pra alguém! E cuida de você, não deixe aos outros essa responsabilidade! Lembre que quem sente o que você sente é você! Queira sentir alegria, contentamento, satisfação, paz!

 

Deus nos abençoe e nos ajude a alcançar o pleno bem, a plena e abençoada vida! Amém!

 

 

 

 

 

Maria Tereza Bodemer
Enviado por Maria Tereza Bodemer em 11/09/2022
Alterado em 11/09/2022


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras