Tereza Bodemer

"Tudo posso, em Deus, que me fortalece!"

Textos

 

Tempos

 

 

Há tempo...

Há tempos e tempos,

tempos de nascer, crescer,

viver, morrer...

 

Tempos,

que passam rápido,

que passam lentos

...

 

Tempos, que se transformam em lembranças

de coisas que vivemos, sentimos, fazemos,

e depois, observamos o que foi que vivenciamos...

 

Tempo de estar parado, esperando,

nascendo, aprendendo a ouvir, falar,

aprendendo a sentir, andar, olhando...

 

Tempo de olhar a nossa volta,

observando o que existe,

o que se faz, o que se sente...

 

Ah! Tempos e tempos,

que nos levam através dos dias,

um dia de cada vez, por tantos anos,

e sempre parece que o tempo demora a passar...

 

Mas quando olhamos podemos ver

o que passou, o que ficou para trás,

no que nos tornamos, o que fizemos,

com quem e onde convivemos...

 

E de tempo em tempo as coisas mudam,

mesmo que a gente fique meio parado,

mesmo que a gente não decida, mudam

as coisas, as pessoas, o que sentimos...

 

Tempo de vida na terra dos viventes,

num mundo cheio de sentimentos conflitantes,

ações meliantes, benevolentes, doentes,

precisando nos fazer perceber o que queremos...

 

De tempo em tempo as coisas mudam,

e nós vamos nos tornando segundo

o que fizemos, ou deixamos de fazer,

e vamos recebendo dos frutos...

 

Plantou o quê?

Foi prestativo, ativo, servil?

Ajudou, ou somente foi ajudado?

Foi senhor ou foi escravo?

 

Eis então, segundo seu tempo

que você viveu, o que vai receber

durante os tempos que tiver

que viver, mesmo que no além...

 

Faço o bem, para receber o melhor,

melhor serviço a prestar, para ter

o mais agradável jeito de viver,

sentir, alegria, paz, amor...

 

Sou amiga, sou irmã, sou conselho,

que dou e recebo, que aprendo,

compartilho, agradeço e vivo,

sempre buscando fazer melhor.

 

Ser o melhor ser que podemos ser,

esse é mesmo o nosso dever,

e que todos desse negócio possam

entender, aprender, praticar, acontecer...

 

Amém!!!

 

 

 

Maria Tereza Bodemer
Enviado por Maria Tereza Bodemer em 15/08/2022
Alterado em 15/08/2022


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras