Tereza Bodemer

"Tudo posso, em Deus, que me fortalece!"

Textos


EU PRECISO entender um pouco mais...





Fico vendo as reações dos seres humanos. Reações típicas de medo, apreensão, inveja, cobiça, orgulho, vaidade, prepotência... Por mais que escondamos, temos um pouco de cada coisa dessas; por mais que lutemos contra, que nos aprimoremos, temos um quê de orgulho, vaidade, necessidade de aprovação, de aplausos, de reconhecimento. Somos humanos!

Mas, o que é, afinal, ser humano? Preciso entender um pouco mais dessa raça tão complexa. Nossa mente, nosso ser, nossas divisões mentais, nossa personalidade, consciente, subconsciente, alma, espírito... Nos analisamos, nos olhamos, queremos, precisamos muito nos entender...

Porém, o equilíbrio do ser humano balança em corda bamba. Somos seres profundamente sensíveis e sentimentais, cheios de emoções e reações das mais diversas e variáveis. Nem a natureza, em sua grandeza, é tão, aparentemente, complexa, como nós, humanos.

Tentamos nos entender, dizer que o AMOR pode nos ajudar. Mas sequer sabemos o que seja realmente o amor, o que seja realmente amar.

Voltando para o exemplo de Jesus Cristo, na história não se conseguiu contar outra que trouxesse maior exemplo de doação serviu. ELE mesmo dizia a seus discípulos que o maior no reino dos Céus é o que melhor servir. 

Mas nós, seres humanos, sabemos realmente servir? O que é profundamente servir? Nós servimos ou damos trabalho? Pra nós outros, pra natureza, pra vida...

Nós somos realmente uma equação de dificílima resolução. Precisamos vencer o sofrimento, mas é uma coisa que cada mais nos ataca, nos trazendo à tona as dores das nossas ações e reações, dos nossos traumas, das nossas violências recebidas e cometidas. Nossas mentes enlouquecem, doenças mentais surgem; não sabemos nos defender de nós mesmo? O quê somos nós e porquê somos?

Eu preciso entender um pouco mais da difícil máquina humana, esse ser tão cheio de atitudes e aberrações.

Não vemos o povo chinês? Como lidam com a fome, comendo de tudo, dizem que até mendigo na rua não escapa... Morcego, cachorros, cobras, lagartos,ratos, escorpiões, gente... São carnívoros ou canibais? Quanto esse povo passou fome? Quanto, e por quanto tempo, esse povo foi escravizado e violentado? E agora queremos que eles saibam amar? Quanto foi a dor do sofrimento que tiveram que suportar, superar e vencer?

Recebi um vídeo de um homem xingando os chineses de tudo que é nome feio; que são uns como que demoníacos, que comem cachorro, vivo, dando uma paulada na cabeça e ponto! Uma feira rica em carne de tudo que é espécie de bicho - vivo na maioria - pra ser abatido fresco, na hora, aos compradores... 

Para eles, perfeitamente natural. Como nós aqui, num açougue, com nossos bois, galinhas, porcos, peixes, expostos. E nós comprando tranquilamente, carne abatida, alí exposta, e nos achamos o máximo.

Qual a diferença deles, de nós? Porque somos melhores? porque eles são os loucos assassinos de animais em feira livre? E os bois e animais que são maltratados antes de serem mortos por nosso povo 'civilizado'? Nós carnívoros ocidentais, acompanhamos passo a passo o jeito que os animais são tratados antes de serem abatidos? Já viram homens descontarem suas raivas e suas taras nos animais indefesos? Até sexo fazem com os bichos... E somos melhores? Onde que somos? Onde amamos realmente? O que é amar para nós seres humanos que moramos sobre essa baixa terra?

DEUS DO CÉU! Quando eu vejo a violência cometida contra o povo trabalhador, que somos a maioria, e o dinheiro indo pro ralo, a ficar estocado = E-S-T-O-C-A-D-O = em muitos carros e mansões e apartamentos e casas de veraneios e barcos chiquérrimos, desses ricos ladrões do povo, traficantes, cafetões, que governam o mundo, que posso dizer? PRA QUÊ ? Aprendemos QUANTO de porcentagem sobre o que seja amar, servir, cuidar? Tem jeito pra essa raça, ó Deus?


É gente, estamos mesmo num mundo que é mesmo uma lugar de sofrimento e abuso. Seres humanos cheios de si e cheios de merda na cabeça, que deveriam usar o raciocínio para pensar e é isso mesmo que fazem = estão experimentando de tudo que podem e não podem.

Vejo que somos uma experiência louca na mão de algum desastre da natureza. Que Deus me perdoe por interpretar assim, e possa nos ajudar, amém!!!
Hoje não consigo ver melhor interpretação sobre essa raça de homens loucos, doidos, sádicos ímpios.

Que venham os realmente sábios! Que venham os realmente bons! Que dominem os que podem cuidar dessa raça humana! Que DEUS tenha piedade de nós!
Sempre digo que estamos saindo do inferno, mas acho que a entrada para o céu, a aperfeiçoar essa terra, esses seres humanos vis, está bem longe... Ai, ai...
Mas creio que tempo é o que não falta para natureza, para DEUS. Falta a nós, não para ELE. Abraços.





 
Maria Tereza Bodemer
Enviado por Maria Tereza Bodemer em 19/03/2020
Alterado em 19/03/2020


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras