Tereza Bodemer

"Tudo posso, em Deus, que me fortalece!"

Textos

A importância do interesse...






Conheço um rapaz que deve ter algum distúrbio mental; é antissocial e sua mãe, antiga amiga de trabalho, sofre muito com as atitudes do filho, que vive trancado dentro de seu quarto escuro. Tem acesso à internet e quando se ajunta ou faz amizade, é com alguém que vive na escuridão. Valendo dizer que escuridão aqui quer dizer lugar onde se pratica ilicitudes, vícios, drogas, roubos... O rapaz e magro e se sente muito feio. Tem um terrível complexo de inferioridade. A mãe dele precisou voltar a comunidade religiosa que já pertencera, para poder receber apoio humano e espiritual para vencer a dor que sente, com a vida que seu filho leva.

Mãe e pais, que sofrem com filhos que não se interessam pelas coisas mais normais e naturais da vida social, está cada vez mais comum... A era da internet, com grupos sociais virtuais, amizades virtuais, parecem bem mais interessantes do que a convivência com as nossas limitações de ser... Conviver pessoalmente pode, e é, muito difícil. é preciso fazer várias concessões, é preciso desenvolver o diálogo, que na maioria acaba virando só monólogo, ou mesmo brigas, porque nem pais nem filhos querem, ou conseguem, ouvir a verdade um do outro.... Cada vez mais está difícil conversar...

Mas quando a família e a escola, e mesmo a igreja, conseguem despertar as pessoas, através dos ensinos, das palestras, da união, amizade, entendimento; quando o interesse pela própria vida e pela vida em sociedade é despertado, os resultados são bastante positivos.

A Educação de jovens, crianças, adultos deve ser para a vida inteira. Nesse ponto vejo a importância da internet, com programas que podem contribuir com a aquisição do conhecimento. Existe muito lixo, mas o ser humano é capaz de separar os lixos que recebe dentro de si, daquilo que realmente serve para a manutenção de uma vida mais produtiva e feliz.

Os seres humanos sentem necessidade de pertencer, somos gregários, grupais, precisamos estar unidos a alguma causa, algum projeto, realizando alguma coisa que possa satisfazer nossas necessidades de SER.

A vida é cheia de etapas, de mudanças, de experiências, que podem trazer coisas positivas, resultados bons, ou trazer fracassos, desgraças, insatisfações, desgostos, desesperanças...

Mesmo as pessoas que se realizam na vida tem sua crises existenciais. Tem seus dias de choros, de solidão, de desilusões, de desagrados. Porque as convivências humanas não são exatas, muito pelo contrário; existe uma profunda complexidade nas consciências humanas, e a variedade de níveis conscienciais é infinita...

Não é à toa que pessoas não conseguem sair da linha da máxima pobreza... normalmente são seres humanos extremamente dependentes, que não conseguem produzir vida produtiva e eficaz, por si mesmos... Precisam de liderança honesta e honrada, para se elevarem como seres humanos do bem.... entretanto não é na maioria das vezes o que acontece... Acabam sendo usados, levados por lideranças malignas, lutando por causas perdidas, cruéis, sanguinolentas... causas que os mantem cada vez mais aprisionados na incapacidade de ver, de ser, de aprender viver com a própria capacidade de produzir vida melhor...
Maria Tereza Bodemer
Enviado por Maria Tereza Bodemer em 11/02/2020


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras